Systêxtil reúne canais de atendimento para apresentar novo modelo de desenvolvimento de sistema

O evento, intitulado Tendências de Desenvolvimento Systêxtil, ocorreu no auditório do Blue Chip Executive, em Jaraguá do Sul, cidade berço da empresa.


11/10/2019

Equipe de desenvolvimento, canais de suporte e atendimento, diretores e equipe comercial e de comunicação estiveram reunidos na última sexta-feira (04/10), para discutir sobre o novo modelo de desenvolvimento Systêxtil. 

O objetivo do encontro foi apresentar um projeto de sistema que vai ser implementado gradualmente na empresa. Com as palestras “Shallow Now – Modelo de Desenvolvimento Systêxtil” e “SWS – Systêxtil Web Service”, foram expostas algumas tendências da ferramenta que inclui interfaces com telas mais dinâmicas, modernas e outros componentes, preparada para a nova geração de usuários que buscam um ERP de fácil utilização. 

Na primeira parte da apresentação, a equipe de desenvolvimento da Systêxtil contextualizou o projeto, apresentando novas tecnologias que padronizam o sistema e atendem às necessidades do mercado, evoluindo as funcionalidades e evitando sucessivos problemas técnicos. “Para isso, é necessário um time responsável que atualize técnicas e bibliotecas novas. Vamos estar usando as novas linguagens e tecnologias de mercado e isso vai ser bom para todo mundo, inclusive para a carreira do programador”, ressaltou o desenvolvedor Paulo Ricardo de Souza.

Desenvolvedor Paulo Ricardo de Souza (foto) foi o responsável por apresentar o projeto aos presentes no evento.

Após um coffee break, o analista de tecnologia da Systêxtil Sérgio Siegrist apresentou o Systêxtil Web Service – SWS – explanando os motivos que estimulam uma estrutura padronizada, com autenticações, segurança dos dados, estabilidade e reorganização dos itens distribuídos no sistema. “O caminho é o Web Service, pensando em proteção, consistência e reaproveitamento do que está ‘dentro’ do ERP para reunir e aproveitar melhor as funcionalidades. Assim, estamos aperfeiçoando o sistema, evitando redundância, diminuindo erros e ganhando tempo”, afirmou Sérgio.

Segundo o Gerente de Projetos da Systêxtil Cláudio Antonius, o sistema patrimonial já está sendo desenvolvimento com as novas metodologias e tecnologias e que sugestões e melhorias vão proporcionar benefícios tanto para os usuários quanto para os canais. “Nós já estamos entregando uma tecnologia muito boa, porém, cada vez mais, temos que pensar em facilitar a vida do cliente. É pensar lá na frente e no que nós podemos fazer, é isso que estamos querendo”, enfatiza. “Em termos de Systêxtil, as tecnologias vão conviver entre si. Em termos de aproveitamento, essas ferramentas vão gerar muita automatização, proporcionando expertise e estimulando o programador a se preocupar mais com o desenvolvimento de funcionalidades e inteligências e menos em transações repetitivas”, explicou Cláudio.

Os presentes no encontro também tiraram dúvidas, discutiram as tendências e complementaram a pauta com sugestões. “O objetivo principal desse evento é que todos possamos ter o conhecimento e a visão de onde a Systêxtil quer chegar, junto com o produto e com o cliente. O evento não foi somente para os programadores, porque não são só assuntos técnicos, mas sim de negócios e oportunidades”, finalizou Cláudio.

Encontro reuniu grande parte da equipe e parceiros Systêxtil. (Fotos: Vitória Gobbi/Comunicação e Marketing Systêxtil)


Últimas do blog Systêxtil:

Systêxtil lança nova versão do Força de Vendas totalmente mobile

Com 50 anos no mercado, Têxtil Godoy aposta em sistema de gestão para evolução na indústria de fiação e tecelagem

Em setembro, Systêxtil lançou ferramenta para agilizar e facilitar os processos de natureza fiscal


Voltar para o Blog 

Inscreva-se para receber novidades