Sua empresa está preparada para a Black Friday?

Cyber Monday, Blue Week e outras campanhas: consumidores esperam ansiosos pelos dias de descontos mais populares do mundo.


POR Comunicação Systêxtil, - 25/11/2020

Em 1924, uma rede de lojas de departamento chamada Macy’s decidiu promover uma campanha de descontos nas sextas-feiras após o Dia de Ação de Graças. Essa iniciativa deu tão certo que, quase um século depois, o mundo inteiro se engaja na chamada “Black Friday”, a quarta sexta-feira de novembro em que o varejo se espelha na iniciativa da Macy’s e vende seus produtos com descontos que chegam a 90% do valor de mercado.

Acredita-se que a Black Friday ganhou esse nome ao permitir que as empresas que estão operando no “vermelho” (prejuízo), obtenham lucratividade em apenas um dia (movendo suas operações ao preto – o que representa lucro). Nesse dia, multidões de pessoas visitam as lojas físicas ou virtuais para aproveitar os grandes descontos em diversos itens e serviços.

Essa data ganhou tanto significado e interesse dos consumidores que não se limitou e se expandiu ganhando até mesmo uma semana inteira de ofertas. Dados da plataforma CyberMonday Global indicam que, no Brasil, o número de transações realizadas em 2019 no principal dia de vendas da Black Friday foi 940% superior à média anual.

Além da sexta-feira (e semanas) de descontos da Black Friday, o varejo também instituiu um dia para realizar promoções e ofertas exclusivas no mercado online. Chama-se Cyber Monday, a segunda-feira após a Black Friday, uma ideia lançada em 2005 pela Federação Nacional de Varejo dos Estados Unidos que também já é celebrada pelos e-commerces do mundo todo. Em 2019, a atividade dos compradores na Cyber Monday foi 161% superior à média anual.

Nessa última semana de novembro, o varejo aproveita a onda e lança outros conceitos, como “Blue Week” e “Black Week”.

Pesquisa de satisfação 2019 no Brasil

A CyberMonday.Global realizou uma pesquisa de satisfação em 2019 e perguntou a opinião de 19 mil usuários de vários países a respeito das vendas de novembro. Foi constatado que, no Brasil, 34% dos usuários que participaram da pesquisa apontaram que ficaram satisfeitos com as vendas, enquanto 43% estavam meio satisfeitos e 23% insatisfeitos.

Os consumidores que avaliaram as vendas negativamente disseram que não encontraram produtos atraentes à venda ou os produtos que queriam comprar. Os consumidores também admitiram que os produtos à venda foram vendidos rápidos demais e relataram longas filas e carregamento lento nos sites. Você confere toda a pesquisa neste link.

Seja na Black Friday, Cyber Monday ou Blue Week, o comprador brasileiro aproveita as ofertas imperdíveis para garantir os presentes de final de ano. Por isso, neste período, ofertar eletrônicos, vestuários, eletrodomésticos, jóias, brinquedos e demais produtos e serviços podem levar a sua empresa a dar um salto no faturamento e amenizar a conta nessa época de consideráveis despesas.

É importante, também, aproveitar os novos meios e métodos que permitem fornecer um bom atendimento ao seu cliente, como o Omnichannel e os múltiplos canais de venda e redes sociais. Se você ainda não tem o controle do seu e-commerce e as informações das vendas físicas e digitais da sua empresa têxtil no sistema de gestão, fale com nossos especialistas que eles podem te apresentar uma solução.

A todos do comércio, boas vendas!


Últimas do blog Systêxtil:

VÍDEO: Sistema de Gestão para Tecelagem e Malharia

[E-BOOK] Sistema próprio x Contratado. Qual é o melhor para sua empresa?

Novos recursos na plataforma colaborativa de criação PLM


Voltar para o Blog 

Inscreva-se para receber novidades